quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A EQUIPA DA SEMANA

.
Bigodes! Deixa-te de sortidos!


César, Ricardo e Sérgio. Os nomes em si dizem pouco pois são nomes relativamente comuns. Mas, no seu conjunto formam os Espertalhos do Carinho, a equipa que está nestas lides cascatenses mais a sério desde 2007, altura em que se chamavam Leporinos (porquê??!). 5 finais no total, uma delas logo na estreia em 2007, saltam para a ribalta em Outubro do ano passado quando organizam o, para muitos considerado, melhor quiz de 2008. Para conhecermos melhor este trio, propusemos alguns tópicos "jornalísticos" ao Sérgio, homem fluente em escrita e, segundo nos confessou, faz dela o instrumento da sua profissão (que concretamente não sei, não perguntei e também não é para aqui chamado!). Em jeito de palestra, damos-lhe a palavra:

Obrigado Quizadas!
Bom dia, tarde ou noite consoante a altura em que me estão a ler. Vamos dar início à sessão:

Começamos então pelos aspectos gramaticais à descrição - leporino, que tem a ver com lebres e cenas feias nos lábios. Posto isto, vou desenvolver alguns tópicos propostos por ti, com conhecimento da restante trindade espertalha, para que eles comentem ou insultem algumas das minhas falsidades.

Quem são os Espertalhos?
Os Espertalhos do Carinho são um grupo, obviamente com tendência para o trocadilho fácil, composto por mim, pelo César e pelo Ricardo, ou seja uma espécie de Trio Odemira do quiz mas com menos sucessos. Já éramos frequentadores de quizzes antes de nos conhecermos, mas depois eu conheci o César fora deste mundo, ele já conhecia o Ricardo, cada qual na sua equipa já tinha experiência de cascata e pronto, a partir da 2ª época resolvemos estragar apenas uma equipa, em vez de várias.


Porque têm dificuldades em arranjar mais para o plantel?
Eu não lhes chamaria bem dificuldades, é mais um misto de esquisitice e falta de oportunidade. Cada um de nós já trouxe ocasionalmente amigos, parentes ou gente que nos devia dinheiro para jogar um quiz, mas nenhum deles quer encarar isto de forma regular. Depois, para recrutar gente, quer de outras equipas, quer de outras fontes (inclusive pusemos um anúncio no ano passado no blog do QdC) há alguns aspectos a ter em conta: Primeiro, não somos uma equipa a lutar pelos lugares cimeiros, o que por norma não atrai tanto craques de peso. Segundo, gostamos de pessoas que dêem um contributo porreiro, mas com atitude a condizer, porque no final de contas isto é um divertimento. Mas, ainda assim, veremos. Pode ser que esta época ainda joguemos uma vez com cinco, só para ver como é a sensação.


Expectativas, Evolução e Mudanças no campeonato.
Creio que posso dizer que as metas espertalhas passam por mais presenças em finais esta época. O ano que passou não foi totalmente satisfatório, especialmente porque em certos jogos morremos mesmo à beira da praia e depois fica-se naquele limbo ingrato que é, nem chegar à final, nem compensar amarguras enfardando Moscatel e Scones (Bigodes, deixa-te de sortidos!). Com algum reforço, poderia ser equacionado um pulinho maior na tabela, mas sem isso, é o que temos. Acho que o campeonato está consolidado, em termos de organização geral e, mantendo-se o interesse e a tendência para expansão, talvez daqui a algum tempo não seja uma alucinação falar em 2ª Divisão ou coisa parecida. Acho que esta não seria uma invenção descabida (não já, mas daqui a algum tempo), com uma 1ª divisão com 12 equipas e uma 2ª com 8 (ou mais), descendo as 4 últimas. Enfim, delírios, mas que poderiam evitar serões que se prolongam por vezes até às 4 da manhã ou até algum desinteresse entre equipas que fiquem mais vezes no fundo da tabela.Em termos das mudanças actuais e outras possíveis, não ficámos totalmente convencidos com esta nova disposição de organização dos jogos. Embora percebendo um pouco de onde é que isto vem, creio que o sistema do ano passado era mais "transparente". Se é verdade que o início do campeonato podia dar alguma vantagem às equipas que organizam primeiro (pela sua proximidade com equipas mais fracas na jornada seguinte), o final de época tinha jogos organizados por equipas que, quase de certeza, não tinham interesse no desfecho do campeonato em termos de título. Diria que é mais seguro assim...A manutenção da parte escrita também me parece bem, desde que as pessoas tenham consciência que aquilo é suposto ser um aquecimento. As mini cascatas de apuramento..., bem vamos ver no que dá! Vai ser preciso muita disciplina para as horas não descambarem e não haver equipas que se fartem de ir à Ajuda jogar só meia hora. Havendo só uma ou duas equipas de fora, não sei se não seria melhor ficar o(s) último(s) do quiz anterior de fora.
Uma sugestão adicional ao sistema de pontos era que, face à pontuação distribuída aos finalistas, quem fica pelo 2º nível deveria receber 3 pontos e não 2, mantendo o nível 1 o pontinho da ordem. A explicação é esta: veja-se uma equipa que saque um 4º lugar num quiz e fique nos 3 quizzes seguintes pela primeira fase. (ou seja faz 9 pontos), outra equipa fica nesses 4 quizzes na 2ª fase (faz 8 pontos). Ou seja, apesar de ter ficado 3 vezes numa fase superior à 1ª equipa, a 2ª equipa tem menos pontos. Premeia-se o brilharete ocasional mais do que a regularidade. E, num campeonato, especialmente com as especifidades da cascata, ser regular devia ser mais importante.


Historial e a questão Leporina
Eu tenho a infelicidade de conhecer o Rogério dos Cavaleiros, quase desde o tempo em que usar um bibe era "cool". Por isso, não estranhei quando ele me deu a conhecer o mundo do quiz. Desde o bar irlandês ao pé do mercado da Ribeira, salvo erro, até aos vários domínios do Júlio, sempre fui aparecendo para picar o ponto. No entanto, a prática desportiva, que nunca deu muita saúde a ninguém, impediu-me durante muitos anos de uma maior assiduidade, coisa que só nos últimos anos foi possível. No primeiro ano da cascata fui suplente dos Cavaleiros, creio que só joguei umas duas vezes (numa delas a minha única vitória em cascata). O César e o Ricardo também já andavam nesta vida do quiz de bar há algum tempo e em 2006 creio que talvez ainda tenham jogado uma ou duas jornadas com o nome Leporinos. A razão deste nome, só eles te podem explicar, porque eu não sei, mas a mudança para Espertalhos do Carinho foi uma questão de uniformização, pois já usávamos este nome nos quizzes de bar e foi votado em acta como o nome a sobreviver. No entanto, convenhamos, são os dois miseráveis.


A "distinção" do nosso quiz
Não sabendo se foi mais ou menos unânime (ainda por cima os meus 20 votos não chegaram para ganhar a tua sondagem), creio que a satisfação maior foi ter organizado um quiz de cascata pela primeira vez e vermos pessoas com historial na matéria a virem ter connosco e a felicitar-nos. Creio que o jogo teve um bom ritmo, obviamente com as suas falhas, mas no final de contas foi diversificado e, espero eu, agradável de ser jogado sem muita razão de queixa. Creio que porventura uma das vantagens foi que, dentro da nossa equipa, temos todos formações diferentes. Eu sou de letras, o César é de ciências (apesar de não acertar uma da tabela periódica) e o Ricardo é de técnicas de tortura avançada e capoeira. Assim, ao fazer o quiz, havia sensibilidades diferentes aos temas, à dificuldade e, com tempo, conseguimos nivelar a coisa o melhor que pudemos. Este ano, infelizmente, não tivemos tanto tempo de antemão mas, ainda assim, vamos tentar que pelo menos corra à imagem da época passada.


Assim o esperemos também. Boas "espertalhadas" para vocês em 2009!

Ah! E já agora, o senhor da foto é considerado o rei dos Leporinos!
.

7 comentários:

  1. Sérgio:

    Os sortidos já eram, tal como o bigode. Muda de lentes.
    Quanto à ordem da organização, tens razão quanto ao risco que se corre. A interrupção de Agosto pode permitir alterar a ordem, ou mesmo, introduzir uma equipa das que não organizam e se encontre em condições de lutar pelo título,anulando assim a vantagem de jogar mais um jogo. É assim que vejo o jogo. Divertido, competitivo, mas moldável. Resumindo um quiz espertinho do ca...cete. Sou mau em trocadalhos.

    Ex, repito Ex Bigodes

    ResponderEliminar
  2. Serve este comentário para relembrar que, por muito votos que o quiz espertalho tenha tido, o melhor quiz, segundo os votos de toda a comunidade quizzistica, foi, por uma larga vantagem, o magníco jogo apresentado pela Ordem do Fonix. É pena esta justíssima vitória nem um pequeno comentário tenha merecido. Politiquices...

    ResponderEliminar
  3. Maioria Silenciosa23/1/09 14:52

    A abstenção foi muito elevada...

    ResponderEliminar
  4. Até os mortos votaram na eleição.

    ResponderEliminar
  5. Serve este comentário para relembrar que, por muito votos que o quiz espertalho tenha tido, o melhor quiz, segundo os votos de toda a comunidade quizzistica, foi, por uma larga vantagem, o magníco jogo apresentado pela Ordem do Fonix. É pena esta justíssima vitória nem um pequeno comentário tenha merecido. Politiquices...

    23/1/09 14:29

    Serve este comentário para lembrar o feitor do anterior que a única coisa que consegue, ao colocar-se permanente e incessantemente em bicos de pés, será problemas de coluna...o que, encontrando-se já com a sua tez tisnada por muitos sóis, a sua pelugem alva e sendo de idade provecta, não será algo que passe com massagens ao ego da parte de conhecidos e perfeitos desconhecidos...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo, não te fica bem não assinares o teu post, mas obrigado pelo dito...foi a melhor resposta que vi darem ao Comandante em algum blog!

    ResponderEliminar
  7. Belle Dominique28/1/09 11:27

    Vanessa? Mulher, onde é que tu andavas metida?! Não te vejo desde mil nove e 89!

    ResponderEliminar

Mostra o SunTzu que vive em ti e comenta com garra.